Deputado Gondim luta para trazer uma AME do Idoso para o Alto Tietê

O secretário estadual de Saúde David Uip disse que poderá atender ao pedido do deputado estadual Luiz Carlos Gondim (SD), e instalar um Ambulatório Médico de Especialidades – AME do Idoso em uma das cidades da região nos próximos dois anos. O assunto foi discutido entre os dois na manhã desta sexta-feira (23.12), durante audiência realizada para tratar desse e de outros temas de interesse do Alto Tietê.

Durante o encontro, o secretário contou que o governo tem um projeto para construir 60 equipamentos especializados na saúde do idoso em todo o Estado, e disse que também acha que a região necessita desse serviço, mas explicou que antes será feito um estudo técnico de demanda nas cidades maiores como Mogi das Cruzes, Suzano e Itaquaquecetuba para definir o melhor local.

“O Estado se disponibiliza a construir, mas o problema é manter depois. O custo de uma unidade dessas é de cerca de R$ 1 milhão por mês, por isso temos que avaliar bem a situação antes de instalar”, alegou Uip. Em seu argumento, Gondim disse que as prefeituras devem ter interesse em fazer parcerias, já que a instalação de um AME do Idoso para a região é importante diante do aumento do número de pessoas acima de 60 anos, que precisam de acompanhamento e assistência médica para envelhecer com saúde.

O parlamentar afirmou também que é obrigação do setor público contribuir para que essa parcela da população tenha cada vez mais saúde. Ele ressaltou que um AME exclusivo para idosos vai atender nas áreas de oftalmologia, cardiologia, geriatria, reumatologia, urologia; neurologia, nefrologia, dentre outros. Tem ainda as especialidades não médicas, como por exemplo, assistência social, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, odontologia; serviços de apoio diagnóstico, exames preventivos de suma importância. “A população de Mogi e do Alto Tietê merece mais essa conquista. Vou trabalhar junto ao Governo do Estado para que tenhamos mais essa aquisição para a região”, argumentou.

 

Alta Complexidade para o hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcante

A saúde das mulheres também entrou na pauta de discussão. Durante o encontro Gondim disse ao secretário que os serviços disponíveis na região não são suficientes para atender a demanda reprimida, o que gera muitas reclamações. Ele explicou que a maioria das pacientes da região está sendo encaminhada para fazer cirurgias ginecológicas, e outras de média complexidade, no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, que não está conseguindo reduzir as filas. Por isso, sugeriu a realização de um estudo para que o Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcante, de Jundiapeba, passe a ser de retaguarda e de médica complexidade.

O secretario concordou em analisar a possibilidade. Ele adiantou que no próximo ano poderá haver algumas mudanças para agilizar o atendimento nos equipamentos de saúde pública do Alto Tietê.

 

Ambulâncias para as cidades dos estado

Gondim aproveitou também o encontro com o secretário para falar sobre a frota de ambulância do Estado, que segundo o parlamentar, precisa ser trocada, porque grande parte está “sucateada”. “Os veículos têm um prazo limite de uso e é preciso manter a qualidade”. Alegou. Uip esclareceu que as providências já estão sendo tomadas.

Deixe uma resposta