Apoio para às Bandas e Fanfarras do Estado de São Paulo

Deputado Gondim, federação e associações pedem adesão do vice-governador Márcio França

O vice-governador Márcio França (PSB)  informou que apoiará a realização dos campeonatos, torneios e encontros regionais das bandas e fanfarras do Estado de São Paulo, a partir de 2018.

“Vamos montar um projeto em parceria com a Frente Parlamentar, da qual o deputado Luiz Carlos Gondim é coordenador, com as associações e federações para podermos ter todas as datas em mãos e organizar os eventos. Acho importante trazermos essa cultura das bandas e fanfarras para essa nova geração” ressaltou França.

A notícia foi comemorada pelo deputado Luiz Carlos Gondim (Solidariedade) e pelos representantes de associações presentes na audiência realizada pelo parlamentar no Palácio dos Bandeirantes, no dia 23 de novembro.

“Como coordenador da Frente Parlamentar de apoio às Bandas e Fanfarras do Estado estou muito feliz com mais essa conquista. Estamos desde 2002 buscando uma ação como essa e agora com a possibilidade de dar certo é muito importante para nós”, frisou Gondim.

O deputado esteve acompanhado nesta audiência dos representantes da Associação de Bandas e Fanfarras do Litoral Paulista (AFABAN): o presidente, Luiz Carlos Ferreira de Araújo, vice-presidente Delgado Nunes e Fernando Mattos; da Federação das Bandas e Fanfarras do Estado de São Paulo (FFABESP): o presidente Alexandre Silva Pinto; da Associação das Bandas e Fanfarras da Região de Ribeirão Preto: Silvades Ferreira e Roberto José Filho; da OCIFABAN: o secretário Cavino Tanese, o  vereador de Tremembé, Alexandre Vilela e o chefe de gabinete de Itupeva, Aguinaldo Moreira.

O deputado ressaltou ainda que as Associações de diversas regiões do Estado sempre reclamaram e continuam lutando pela destinação de recursos orçamentários com a finalidade de efetivar o Programa de Incentivos de Bandas e Fanfarras, para resgatar e incentivar e manter em atividade as bandas e fanfarras já existentes, bem como estimular a criação de novos núcleos, tanto público como privado.

“A música é um fator de transformação social. Temos que resgatar e manter em atividades as bandas e fanfarras do nosso Estado. É imprescindível que o Governo, as Prefeituras, as Associações e as escolas se unam para que juntos encontrem soluções, e dar oportunidade às crianças e jovens para seguirem essa carreira”, reforçou Gondim.

Deixe uma resposta