Duplicação e melhorias na Mogi-Dutra SP-88

Na edição desta sexta-feira (1º de dezembro) do Diário Oficial do Estado (DOE) saiu à publicação do edital informando sobre a contratação do Consórcio Construcap, que fará a duplicação e melhorias do trecho entre Mogi das Cruzes e Arujá da Pedro Eroles – Rodovia Mogi-Dutra (SP-88).

O deputado Luiz Carlos Gondim (Solidariedade), que desde 2010 vem lutando pela realização desse projeto, comemorou a confirmação dessa notícia tão aguardada nos últimos anos. “Foi uma luta de muitos anos. Considero uma vitória para a região, porque além de garantir mais segurança aos usuários, a duplicação vai promover o desenvolvimento econômico do Alto Tietê, especialmente dos municípios de Mogi das Cruzes e Arujá, atendidos pela rodovia, próxima ao distrito industrial do Taboão”, comentou.

O deputado explica que a duplicação da estrada deverá beneficiar 500 mil habitantes e os 51 mil veículos que utilizam a via diariamente. A segurança será reforçada com a implantação de barreira de concreto para dividir as pistas, além da construção de viadutos e de três passarelas e a revitalização completa da sinalização da pista.

O consórcio vencedor, Construcap/Copasa, apresentou uma proposta de R$ 121.939.663,12 de custo para obra. Este valor é inferior às estimativas feitas inicialmente pelo estado, que previa um investimento de cerca de R$ 180 milhões. O nome da vencedora não recebeu nenhum recurso contrário.

A obra de duplicação da Mogi-Dutra  será feita no trecho que vai do trevo da Rodovia Ayrton Senna (SP-70), no Taboão até Arujá, com acesso à Rodovia Presidente Dutra (BR-116). A extensão é de pouco mais de sete quilômetros.

A expectativa é de que as obras comecem ainda neste ano, no máximo até o inicio de 2018. O projeto será financiado pelo Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD).

Deixe uma resposta