Mogi-Bertioga tem previsão para ser liberada na quinta-feira para o feriado

O secretário de Logística e Transportes, Mário Mondolfo, informou que a Mogi-Bertioga poderá ser liberada na próxima quinta-feira (26) para o feriado prolongado de 01 de maio.

A informação foi passada ao deputado Luiz Carlos Gondim (PTB), em audiência na tarde de hoje. Mário relatou os procedimentos adotados na rodovia, dentre elas estão sendo realizadas drenagens, limpezas, remoção e reposição das rochas. “Já programamos uma reunião na manhã desta quinta-feira com o Instituto Geológico e acreditamos que liberação acontecerá. Só recuaremos se nos for informado que a liberação causará danos aos usuários”.

“Temos que entender esse fenômeno da natureza. A serra do mar se movimenta de tempos em tempos, é geológico, é cíclico, inexorável, é a natureza. Deixei bem claro ao DER (Departamento de Estrada e Rodagem) que não quero herói. Quero segurança total aos usuários!”, elucidou Mondolfo.

O deputado Gondim comemorou a notícia e descreveu a reclamações que recebe dos comerciantes, estudantes e munícipes de Bertioga e região do prejuízo que essas interdições causam à região, mas, que entende e concorda com o posicionamento do secretário. “Sabemos da ansiedade de todos, mas é melhor um prejuízo momentâneo do que feridos ou mortes”, ressaltou.

Quanto o financiamento de 300 milhões de dólares liberados pelo Banco Mundial para execução do Projeto de Transporte Sustentável do Estado de São Paulo, o secretário explicou que desse montante 3 milhões serão destinados para estudos, integração da gestão de risco de desastres naturais no setor de transporte e aperfeiçoamento da política de gestão de risco de desastres naturais e fortalecimento da capacidade institucional em toda a região de serra do mar.

“O DER já está realizando estudos  para verificar os pontos críticos geológicos. A Mogi-Bertioga é uma via de meia encosta. Não tem  estrutura como deveria ter. Vamos aguardar esse estudo para tomarmos a melhor decisão para a Rodovia e que melhor atenda aos usuários”, enfatizou o secretário Mário Mondolfo.

A Mogi-Bertioga está interditada há 11 dias por causa de deslizamento de encostas.

Deixe uma resposta