Rotatória da Rodovia João Batista Cabral Renó (SP-225) é denominada Osni Navarro

O Projeto de Lei 1252/2015, deputado Luiz Carlos Gondim (Solidariedade), que dá denominação de “Osni Navarro”, à rotatória localizada no km 246 da Rodovia João Batista Cabral Renó (SP-225), no município de Piratininga, foi concretizado como Lei pelo Governador Geraldo Alckmin, no dia 05 de dezembro.

O parlamentar enfatizou a trajetória do saudoso Osni fez um grande círculo de amizades, pois era um jovem muito carismático. “Esse é uma justa homenagem a este empresário do ramo da Comunicação, jornalista, muito solícito em todas as campanhas de cunho social que eram realizadas no município, foi voluntário da Infância e Juventude (Juízo de Direito da Comarca), promovia festas para as crianças, hoje muitas delas já casadas e com filhos, pois Osni os alegrou com os brinquedos do Parque de Diversões”.

“Desde criança, se destacou entre seus irmãos pelo seu jeito extrovertido, sincero, íntegro e amistoso, benquisto por todos, deixou como testamento aos que conviveram o seu exemplo de amor e dedicação por tudo o que fazia. Ele contribuiu sobremaneira para a pujança do município de Piratininga e região, fato que o torna merecedor desta homenagem, para perpetuar seu nome no Centro Oeste de nosso Estado”, ressaltou Gondim.

Osni Navarro nasceu dia 23 de maio de 1.963, no município de Rinópolis, Estado de São Paulo e, em 1.973, mudou-se para a cidade de Piratininga com os pais e irmãos. Filho do Presbítero José Bento Navarro (in memorian) e de Dona Ennas Dias Navarro e irmão do Osmar, Ozias, Maria Lúcia, Izabel, Ercília, Lina e Heny.

Iniciou seus estudos na Escola Estadual “Seraphina Etelvina Pagliusi” em Rinópolis, dando continuidade na Escola Estadual “Cel. Virgílio Rodrigues Alves”, em Piratininga e finalizando o segundo grau na Escola SENAI “João Martins Coube”, na cidade de Bauru. Osni era membro da Igreja Presbiteriana em Piratininga.

O homenageado veio a falecer no dia 03 de maio de 2.012, no Hospital Beneficência Portuguesa em Bauru e foi velado no Templo da Igreja Presbiteriana de Piratininga, por onde passaram centenas de amigos, parentes, membros e pastores de várias comunidades religiosas da cidade e região, além de Limeira e São Paulo,os prefeitos de  Piratininga, Paulistânia, além do ex-prefeito de Presidente Alves, que foram dar o até breve ao saudoso Osni.

Deixe uma resposta