Viaduto da SP 323 é denominado “Vereador Pedro José Guirado – Pedro Fantasia”

O governador Geraldo Alckmin decretou o projeto de lei nº 1128/2015, do deputado Luiz Carlos Gondim, líder do Solidariedade, que denomina “ Vereador Pedro José Guirado – Pedro Fantasia”, ao dispositivo de entroncamento, acesso e retorno com o viaduto SPD 044/323, localizado na SP-323, que liga o município de Pirangi à rodovia Comendador Pedro Monteleone (SP-351).

O parlamentar enfatizou a trajetória do saudoso vereador, carinhosamente conhecido como Pedro Fantasia, que realizou inúmeros trabalhos sociais, principalmente, os desenvolvidos no exercício do mandato de vereador entre 2009 e 2012. Em 2012 foi eleito presidente da Câmara Municipal.

O homenageado nasceu no dia 10 de outubro de 1968, filho de Valentin Aparecido Guirado e Antonia Sabião Guirado e irmão de Fernando Guirado. Foi casado com a senhora Luciana Sala Guirado, desta união tiveram um filho, Pedro Miguel. Além de vereador Pedro Guirado exerceu várias atividades em sua vida; como: foi locutor de rodeio, radialista e leiloeiro. Possuía profundas raízes no campo, era produtor rural e também comerciante no ramo de frutas.

Na política foi autor de Leis importantes para o município, a exemplo das seguintes: Lei nº 2197/2011, que instituiu a Câmara de Vereadores Mirins no município de Pirangi, que tem o objetivo maior de despertar os jovens a consciência de cidadania e o conhecimento da política de nossa cidade, preparando-os para no futuro serem bons cidadãos e até mesmo competentes políticos pirangienses; Lei nº 2199/2011, que dispõe sobre o fornecimento de frutas regionais da época na merenda escolar na rede municipal de ensino.

Em 2012 quando assumiu a Presidência da Câmara trouxe melhorias na infraestrutura administrativa da Câmara, implantando a transmissão das sessões on-line, informatizando a Sala de Sessões, disponibilizando para os vereadores computadores para serem utilizados durante as sessões, facilitando o estudo as matérias; adquiriu o novo carro oficial já que o automóvel que a Câmara possuía apresentava vários problemas mecânicos. Sempre trabalhou com honestidade, preocupado com a boa aplicação do dinheiro público. Intitulado por ele mesmo como “sertanejo”, tinha orgulho de suas origens e usava bordões de repercussão como “aqui, vice manda”; “não sou andorinha para andar em bando”; e, “alô meu povo”.

 

Deixe uma resposta